Tomar uma loira gelada com sete celebridades

Tomar uma loira gelada com sete celebridades

Vá tomar umas biritas em bares e restaurantes onde se encontravam personalidades da música, literatura e política mundiais.

Tomar uma loira gelada com sete celebridades
A cerveja é um dos tesouros nacionais da Tchéquia, remontando a fabricação de cerveja à Idade Média. Convidar os melhores amigos para beber é um dos costumes do país. Os Rolling Stones, o ex-presidente americano Bill Clinton e outras personalidades viram isto em primeira mão. Desfrute você também!

Václav Havel: Pedras rolantes no bar

O ex-presidente tcheco Václav Havel adorava um bar. Além de Pinkasy e U Zlatého Tygra, em Praga, tomava também a Prazdroj de Plzeň no restaurante Na Rybárně (atualmente Origami Restaurant) na rua Gorazdova a poucos passos da Tančící dům/Casa Dançante. Após a Revolução de Veludo, Paul Simon e os Rolling Stones, entre outros, prestigiaram o lugar. No restaurante Vltava (antigamente denominado Paroplavba), não menos lendário e também a pouca distância, Havel e demais dissidentes finalizaram o manifesto Několik vět (“Algumas Frases”), o qual contribuiu para a queda do comunismo na Tchecoslováquia.
U Pinkasů pub in Prague
Curiosidade: Havel foi operário da cervejaria Krakonoš Trutnov em Krkonoše. Quem viveu esta época conta que neste local ensinaram o futuro presidente a tomar cerveja! E lá surgiu sua famosa peça Audience. Ao visitar a cervejaria, você poderá conhecer os lugares nos quais Havel escreveu.

Bill Clinton: Tomando cerveja com Havel e depois jam session no Reduta

Havel and Clinton in the Reduta jazz club in Prague
Bill Clinton foi o segundo presidente americano a visitar a Tchéquia (República Tcheca). E foi a segunda ocasião em que veio a Praga. A primeira vez foi nos tempos de estudante quando o regime comunista ainda era de uma rigidez sem par. O avião presidencial Air Force One aterrissou no aeroporto de Ruzyně em 1994. Depois de uma reunião no Palácio de Praga, em companhia de Václav Havel e Madeleine Albright – natural da Tchecoslováquia e nomeada por Clinton como primeira mulher a ser embaixadora dos EUA na ONU – saiu às ruas de Praga.
Reduta jazz club in Prague
U Zlatého tygra conversou e tomou cerveja com personalidades da cultura tcheca, depois do jantar na Národní třída/Avenida Nacional recordaram a Revolução de Veludo e posteriormente assistiram a uma jam session no mais antigo clube de jazz da Tchéquia – Reduta. Comenta-se que o presidente americano tocou num saxofone, presente de Václav Havel, Summer Time e My Funny Valentine em versão jazz. Ele se hospedou no hotel Hilton em Karlín, bairro de Praga.

Hrabal: Inspiração obtida em cervejaria

Bohumil Hrabal, um dos escritores tchecos mais conhecidos, demonstrava muita afinidade com a cultura da cerveja. Ele passou a infância na cervejaria Nymburk, nas proximidades de Praga, local de inspiração para o livro A Terra onde o Tempo Parou. A cervejaria oferece visitas guiadas por agendamento. A versão cinematográfica da história, Cutting It Short, do diretor galardoado com um Oscar Jiří Menzel, contudo, foi realizada na cervejaria Dalešice, a pouca distância de Brno.
U Zlatého tygra pub in Prague
Hrabal prestigiou vários estabelecimentos em Praga. No restaurante U Zlatého Tygra, no coração da Cidade Velha de Praga, dispunha inclusive de uma mesa à entrada da cozinha, junto à qual se encontrava com outros frequentadores do estabelecimento. Seu domicílio no prédio U Kamenného zvonu na Praça da Cidade Velha, uma das residências citadinas mais valiosas de Praga, localização atual da Galeria de Praga, ficava perto do restaurante U Pinkasů. Ele se deliciava não só com a excelente cerveja Pilsen, mas também com um rolo de carne de porco com pãezinhos feitos de batata.

Leoš Janáček: Cerveja num moinho

Este compositor musical tcheco é até hoje um dos autores de música clássica mais tocados do mundo. As óperas de Janáček gozam de sucesso de Nova York a Tóquio. Entretanto, sua relação com Brno, na Morávia do Sul, onde o compositor atuou, era mais forte. Gostava da vida em sociedade, de frequentar cafés e restaurantes repletos da nata artística e política da cidade. Era frequentador do restaurante Stopkova, com cerveja Pilsen, em funcionamento até hoje, bem próximo da Praça da Liberdade.

Janáček também ia de bom grado à estância de Luhačovicee aos arredores de sua cidade natal de Hukvaldy. Lá fazia caminhadas e parava para beber cerveja no restaurante Šmírákův mlýn, em Kozlovice. Dava o ar da graça igualmente na pitoresca Štramberk, localidade que dizia ser a mais bonita da Tchéquia. Afirma-se tê-lo inspirado a escrever a ópera Jenůfa o ambiente bucólico aos pés das montanhas Beskydy.

Antonín Dvořák: Cerveja e torta frita de batata

O famoso compositor tcheco Antonín Dvořák, autor da Sinfonia do Novo Mundo, ia tomar cerveja e sopa de batata nos restaurantes e bares de Praga. Ele adorava a gastronomia e a cerveja tchecas, com as quais se deliciava, por exemplo, na cervejaria U Pravdů, em frente do seu apartamento na rua Žitná. Poucos sabem da encomenda feita a este gênio musical tcheco, quando da sua estada nos Estados Unidos, de compor o hino nacional. Não teve êxito em tal empreitada, mas a sua atuação nos EUA contribuiu para o desenvolvimento da música clássica no continente americano. Há muito mais sobre a vida de Dvořák no Museu Antonín Dvořák, na residência de verão Amerika.

Jaroslav Hašek: O rei dos boêmios tchecos e autor de Švejk apreciava muito a cerveja tcheca

Persona grata possivelmente de todos os bares e restaurantes tchecos e rei dos boêmios tchecos, Jaroslav Hašek alcançou a fama graças à obra As Aventuras do Bom Soldado Švejk. O escritor teve vida desregrada e marcada por muitas aventuras. Dizem que conseguia beber 30 cervejas por dia e também se regalava com gulache. No restaurante Kravín, perto da Náměstí míru/Praça da Praz, em Praga, fundou o Partido do Progresso Moderado nos Moldes da Lei. A personagem principal do seu romance, Švejk, tem ligação com os restaurantes U Fleků, U Kalicha e U Vejvodů, nos quais se serve, em lindas salas de valor histórico, a melhor cerveja tcheca de barril. Hašek passou o fim da vida num quartinho em cima do restaurante U České koruny aos pés do Castelo de Lipnice em Vysočina. Aparentemente, sua mesa favorita encontrava-se logo à entrada no lado esquerdo. 
U Fleků pub in Prague

Mozart: Noitadas no coração de Praga

O queridinho dos praguenses frequentava o restaurante U Tří zlatých lvů, perto da Praça da Cidade Velha, bem no prédio onde Mozart se hospedou durante sua primeira visita a Praga. Durante suas célebres noitadas, supostamente também pernoitava em estabelecimentos da rua Celetná. Algures no coração de Praga, segundo a lenda, deu de cara com um harpista, para quem compôs uma pequena obra enquanto este esperava. Um dos tantos estabelecimentos onde Mozart marcou presença é a taverna medieval U krále Brabantského, em Malá Strana, um dos restaurantes mais antigos de Praga, em funcionamento até hoje.


U Krále Branbatského, Prague